o mirtilo e a saúde

%casamilos %mirtilos

Com uma cativante cor azul púrpura, e um delicioso sabor semi-doce, os mirtilos, com poucas calorias, estão repletos de saudáveis nutrientes.

O mirtilo é, também, um produto medicinal, muito eficaz no tratamento de diversas doenças. Segundo o Departamento de Agricultura dos E.U.A., o mirtilo é a fruta com mais antioxidantes, possui uma elevada quantidade de polifenóis, tanto na pele como na polpa, sais minerais e vitaminas.

Interesse Nutricional
O mirtilo é rico em vitamina A, B, C, E e K, e possui uma diversificada gama de sais minerais, Ferro, Cálcio, Potássio, Zinco, Selénio, Fósforo, e particularmente, altos níveis de Manganês, mineral essencial na dieta humana.

Sem sódio nem colesterol, com baixo teor calórico e de açúcares, o mirtilo é também rico em fibra, o que beneficia a regulação intestinal.
Devido à sua rica composição o mirtilo apresenta propriedades de anti-séptico, antidiarreico e anti-hemorrágico.

Antioxidante
O mirtilo é o fruto com maior concentração de antioxidantes, superando os vegetais. Os antioxidantes, consistem num grupo de vitaminas, minerais e enzimas, que neutralizam os radicais livres, os quais atacam o nosso sistema imunológico, conduzindo a muitas doenças.
Os radicais livres surgem quando estamos expostos a substâncias tão variadas como a poluição, os produtos químicos, o fumo, o álcool, as drogas, a radiação ou a alimentação desequilibrada.
Os antioxidantes atenuam os processos de envelhecimento, como as cataratas, a doença de Alzheimer ou outras alterações do sistema nervoso central. Além disso os antioxidantes previnem as doenças cardiovasculares e vários tipos de cancro.

Reduz o Colesterol
O mirtilo não possui qualquer colesterol, antes podemos encontrar níveis muito significativos de resveratrol, tanto na sua pele como no seu interior. O resveratrol é um polifenól que pode ajudar a baixar o nível do mau colesterol (LDL), sendo mesmo mais eficaz que muitos medicamentos.

Infecções Urinárias
Segundo um estudo da Rutgers University NJ, o consumo de mirtilo ajuda a prevenir e tratar as infecções no aparelho urinário.

Neurologia
Os mirtilo contem compostos que atenuam o declínio cognitivo característico da doença de Alzheimer.

Segundo diversos estudos laboratoriais, concluiu-se que os mirtilos melhoram a memória e a coordenação motora quando afectada por doenças degenerativas, combatendo a deterioração cerebral. São ainda excelentes antídotos para a depressão.

Visão
Diversos estudos concluíram que os mirtilos contem concentrações elevadas de antocianina, o que contribuiu para o melhorar da visão nocturna e redução do cansaço da ocular. Os benefícios do consumo de mirtilos estendem-se ainda à protecção contra o envelhecimento das vistas, sendo muito eficazes na prevenção das cataratas e retinopatias dos diabéticos.

Aparelho Digestivo
Os mirtilos são ricos em fibra, pelo que o seu consumo contribui para a regulação do trânsito intestinal e redução das inflamações do aparelho digestivo.

Diabetes
O mirtilo apresenta propriedades que contribuem para a restauração da pequena circulação, sendo recomendada a sua utilização para o tratamento da retinopatia diabética, pé diabético e falta de perfusão renal.

Os mirtilos contêm em cada 100gr:

Vitam. C 13 mg
Vitam. B6 0,036 mg
Vitam. B2 0,05 mg
Ferro 0,17 mg
Fósforo 10 mg
Fibras 2,3 gr
Magnésio 5 mg
Potássio 89 mg
Cobre 0,061 mg
Sódio 6 mg
Proteínas 0,67 gr
Glicídio 14 gr
Lipídeos 0,38 gr
Calorias 56